Vai estudar!! A prova é amanha!

Cuspido por Sr. Smurf terça-feira, 19 de outubro de 2010 2 enxeções de saco

Antes de mais nada, se você é um das pessoas que escutam a música do post, aconselho a já dar o play la embaixo... a música tem 9 minutos, e o post fica mais agradável ao escuta-la junto.
---------------------------------
Porque só fazemos as coisas só no quando não dá mais para adiantar? Bom, eu também não sei.
Sei que a maioria, ou todos, preferem deixar o que podemos fazer hoje, para amanha.
Sei la, estamos absorvendo uma preguiça de força desconhecida, não sei se é a rotina imposta, o que se exige de si fisicamente e psicologicamente em uma sociedade em que cada pulo é um flash.
Acho que falo por mim, não posso generalizar, mas essa rotina imposta me cansa pacas.
Enfim, estou destoando do assunto do post (ou não).

As pessoas só fazem as coisas que devem fazer quando veem(de ver, sei la, essas normas do português) que já não podem mais deixar para depois.

Um exemplo seria o estudo, a maioria (não todos), sempre tem alguma matéria que diz:"deixa que depois eu estudo", mas porque se deixa para depois? Eu acho que seja essa preguiça infundada junto com a pouca vontade de estudar determinada matéria, cada um tem sua "preferência intelectual". Eu, por exemplo, não gosto de inglês e português, então "deixo pra depois..."

Mas não digo só sobre os estudos, mas sobre os problemas sociais também, "Aquecimento Global" aqui e ali...e o povo só vai se mexer quando o "cara do tempo" disser:
"PQP, amanha vai estar quente pra carai!" e além dele dizer isso, você também terá que pensar: "PQP, mas como!? se hoje já está quente pra carai!", e além disso, seu picolé na geladeira tem que estar derretendo, ou seja, quando já não pode mais deixar para depois...


Lembro-me agora das festas juninas, "aee, vamos pular a fogueira! uhuu!", certo, começavam a pular, "aee, super divertido", e não paravam quando as mães gritavam: "menino, para com isso!! vem comer um cachorro quente".Não paravam, porque eles podiam "deixar para depois" o ato de ir ate as mães, então paravam de pular a fogueira quando? Se não pararem por alguma força superior, como a autoridade, teoricamente correta, dos pais, então só paravam quando alguem se queimava, "mãeee, uáauá(choro), olha o meu dedo..."
Enfim, só parava quando se fudiam, quando já não tinha mais pra onde correr...


E outras coisas, como trabalho que você faz um dia antes, estudar para a prova do dia seguinte, pagar uma conta de telefone, cartão de credito, luz, só no ultimo dia antes do vencimento. Ou até copiar a tarefa do colega faltando apenas um horário para a aula que deve ser entregue...
As vezes penso que as coisas só ganham alguma importância quando elas se tornam realidade, e só se percebe que é real, quando se está muito perto de acontecer... "vou ter que copiar o dever, por que, DE FATO, a professora vai olhar e me dar negativo", "vou estudar, porque, DE FATO, não sei nada e vou me ferrar na prova", "já não pulo mais a fogueira, porque se eu continuar pulando, DE FATO, vou me queimar", "é melhor diminuir os poluentes na atmosfera, porque, DE FATO, já está quente, e vai piorar"

A pergunta que eu queria fazer, seria, porque disso? porque deixar para o ultimo segundo, porque deixar para o ultimo momento, porque deixar para quando não for possível mais aguentar??Porque deixar para amanha o que pode ser resolvido hoje?

--------
Música do post: Iron Maiden - Dream of Mirrors

2 enxeções de saco:

VitiN disse...

o penúltimo parágrafo foi genial...
eu me sinto um hipócrita quando leio e concordo absolutamente com tudo isso que você escreveu... merda

(e essa é a melhor música do Iron *-*)

Bia Campos disse...

Post genial, e também me sinto muito hipócrita ao comentar isso. A do pular a fogueira foi ÓTEMA. A música do post é mt boa, mas das grandonas do Iron eu prefiro Rime of the Ancient Mariner *O*